22 de abril de 2017

Quadrini - DJ Mix Miami Bass - Back 80s Freestyle

In my youth listened very Miami Bass (Freestyle) 
and began my career as a DJ playing this sound. 
Therefore I mix this set with the greatest hits 
of the 80s Miami Bass. 

Set list:

01- Noel - Silent in Morning
02- Depeche Mode - Strange Love
03- Bardeaux - Bleeding Heart
04- Stevie B - Spring Love
05- Spanish Fly - Precious
06- Index - Now you're Gonne
07- Freestyle - Don't Stop the Rock
08- Tony Garcia Feat. NV - Girl You Hear Me Crying
09- Buffy - Give Me A Reason
10- Information Society - Running
11- Shavonne - So tell me, tell me
12- Tony Garcia Feat. Wickett Rich - Don't Let Me Go
13- Ice Manja - Dance Transformer
14- Ray Guell - Just Another Lover
15- Nayasia - Now and Forever
16- Afrika Bambaataa & The Soul Sonic Force - Planet Rock
17- Natalie - Your Love
18- Johnny ''O'' - Fantasy Girl

Um comentário:

  1. clique em http://analpornoanal.com/ e assista os melhores vídeos de sexo anal da internet.

    As ninfetas mais gatas estão em http://ninfetinhasporno.com/

    ResponderExcluir

CLICK E CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK









JÁ CURTIU NOSSA PÁGINA ? ENTÃO TA ESPERANDO O QUE ?


A Historia das Mixagens !!!






A história das mixagens remonta a era da Disco Music dos anos 70. A técnica de colocar uma música encaixada com a outra começou quando a disco estourou nas boates e os DJ's chamavam isso de "non-stop dancing". O DJ podia mixar as musicas e emparelhar as batidas desde que elas tivessem o mesmo tempo. Mas era só isso que eles faziam. A parte de usar as pick-ups para fazer scratches e outros efeitos surgiu na cultura do rap.Embora DJ's como Grandmaster Flash, Grand Wizard Theodore e Afrika Bambaataa eram as principais figuras da história do hip hop nos anos 70, os Mc's é que eram os principais lances do rap.Afinal de contas, para ter alguma chance nas rádios e um sucesso nas vendas as músicas precisavam de um toque mínimo de vocal pelo menos. No começo, os caras que mexiam com essas coisas de colocar som em festas eram extremamente desconhecidos e aquela tarefa era inevitavelmente sem brilho.Mas assim que o hip hop ganhou muita força nos anos 80, a discotecagem virou uma forma de tocar, assim como o Mc. Aqui as estrelas eram os DJ's e em vez de rimas e versos, eles tinham um som com performances de scratch’s, spinbacks, phasing, crab e algumas acrobacias sobre duas pick-ups.O músico Christian Marclay experimentou sinfonias com pick-ups no início dos anos 80, usando material de vários tipos de músicas.Em 1987 surgiu nos EUA um evento de mixagens com nome de D.M.C. ( Disco Mix Club ), que passou a organizar os maiores campeonatos de mixagens. A competição se tornou uma das principais formas de mostrar se o DJ era bom mesmo, praticando suas habilidades com as pick-ups e ganhando status. DJ's como Qbert, Mixmaster Mike, DJ Apollo e Rob Swift se tornaram as principais figuras da nova geração. Mas ainda hoje o D.M.C. ainda acontece e a cada ano que passa torna-se mais famoso e com maior numero de participantes, embora alguns aleguem que os resultados são de cartas marcadas, isso não tira a cobiça dos DJ’s em desfrutar dos prêmios e da ascensão quem um campeão recebe. Apesar dos álbuns de artistas de mixagens nunca tivessem ultrapassado as audiências do rock, o estilo ganhou vários fãs e vários seguidores que admiram a habilidade dos DJ's. Atualmente o DJ, que é um profissional estudioso na área musical, muitas vezes é confundido com pessoas que se auto intitulam "DJ" e que fazem encaixes desordenados e que só colocam músicas que estão fazendo sucesso no popular. Não possuem o principio básico de animação e comportamento profissional, denegrindo cada vez mais os bons profissionais da área.


DJ Fabio Reder